GUIA DA TEMPORADA – Jimmy Butler

No “novo” Chicago Bulls, ala-armador terá a responsabilidade de ser o líder dentro e fora de quadra.

Situação contratual (via Spotrac)*:

Salary Cap - Butler

*2019 – Player Option

Médias por jogo na temporada 2015/16 (67 jogos): 20.9 pontos, 5.3 rebotes, 4.0 assistências e 1.6 roubos de bola.

Aproveitamentos na temporada 2015/16: FG% .454, 3P% .312 e FT% .832. (via Baskteball Reference)

 

 

Com uma debanda que se iniciou um dia antes do Draft que culminou na ida de Derrick Rose e Justin Holiday para os Knicks (via troca) e com as saídas praticamente certas de Pau Gasol e Joakim Noah, Jimmy Butler esteve muito perto de também ser trocado na noite do Draft. Como Chicago e Minnesota não chegaram a um acordo, o ala-armador permaneceu. Com as vindas de Rajon Rondo e Dwyane Wade e com ambos declarando que o time é de JB, a responsabilidade do camisa #21 aumentou.

Agora ele terá que demonstrar que é o líder que Chicago precisa para brigar com as forças da NBA de igual para igual. Na temporada passada não foi isso que aconteceu. O episódio mais marcante foram as críticas públicas a Fred Hoiberg, dizendo que faltava mais cobranças do treinador após uma derrota para o New York Knicks. A situação foi amenizada e, a príncipio, estão em clima de paz.

Em quadra, podemos esperar um Butler com muito mais vontade e moral elevada por conta da medalha de ouro conquistada nas olímpiadas do Rio. Na ausência de Derrick Rose, JB assumiu a responsabilidade do time, crescendo muito de produção (27.7 pts, 7.7 reb e 7.0 ast sem D-Rose) e liderando em algumas vitórias que marcaram a temporada, como o triunfo sobre os Raptors (onde ele quebrou a marca de pontos em um tempo,  40), a marcação perfeita em Paul George contra Indiana e o tapinha da vitória contra os Pacers (em jogos diferentes) e contra os 76ers, passando da marca dos 50 pontos (53 – a maior da carreira), evitando um grande vexame.

O MIP de 2014 tem tudo para se consolidar de uma vez não só como um two-way player, mas como um dos grandes nomes da liga. Ao lado de Wade e Rondo, pode aprender o caminho das pedras e chegar ao próximo nível que a torcida tanto espera. Com uma equipe nova, ele terá a chance de mostrar que Chicago acertou em mantê-lo no time e ser o líder em quadra que a equipe necessita para os próximos anos.

E você, torcedor, o que espera de “Jimmy Buckets” para a próxima temporada?

Anúncios

Um comentário em “GUIA DA TEMPORADA – Jimmy Butler

Adicione o seu

  1. Espero realmente que ele seja aquele cara que quando acaba o jogo, pega a bola e leva pra casa. Mas que feche um pouco a boca. Discordâncias com o técnico e colegas que fiquem pra dentro dos vestiários, ainda mais agora com a chegada de outros 2 “donos da bola”… tudo que o Bulls precisa neste momento de reformulação é de clima ruim.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: