GUIA DA TEMPORADA – Dwyane Wade

 

Depois de 13 anos no Miami Heat, ala-armador defenderá o time de sua cidade natal.

Situação contratual (via Spotrac):

Salary Cap - Wade

*2017: Player Option

Médias por jogo na temporada 2015/16 (74 jogos): 19.0 pontos, 4.1 rebotes, 4.6 assistências e 1.1 roubos de bola.

Aproveitamento na temporada 2015/16: FG% .456, 3P% .159 e FT% .793. (via Basketball Reference).

Durante a Free Agency, ninguém esperava que Dwyane Wade e Miami Heat entrariam em conflito, por se tratar do maior jogador da história da equipe da Flórida, para renovar o seu contrato. Passado os dias e os embroglíos, o que ninguém esperava aconteceu: Wade saiu do Heat e foi para o Chicago Bulls. Aos 34 anos, D-Wade vem de uma temporada consistente. Pela primeira vez desde 2011 o camisa #3 conseguiu atuar em mais de 70 partidas na temporada regular, algo que não era imaginável devido as lesões no joelho que vem castigando o ala-armador.

Com um jogo mais físico, de atacar a cesta e no 1-contra-1 (seja mid-range, post fadeway ou pump fakes próximos ao aro), Wade se sobressaiu. Não só ele, mas o time de Miami cresceu na hora certa (Dragic e Whiteside também foram responsáveis). Classificou aos playoffs, foi heróico no jogo 6 da primeira rodada contra os Hornets, e levou sua equipe à semifinal do leste, caindo para os Raptors em 7 jogos. Mas agora, ele não chega para ser o salvador da pátria, mas sim um mentor para a nova garotada da equipe, campeã da Summer League em 2016.

Perguntado sobre quem era o dono do time, Dwyane brincou no primeiro momento “Acho que é do Jerry [Reinsdorf – dono da franquia] ”, mas depois foi claro ao afirmar que o time era de Jimmy Butler. Ele assemelha a sua chegada com a de outra lenda da NBA, campeão com Miami em 2006 – Shaquille O’Neal: experiente, tri-campeão, e chegou sem querer tomar espaço de ninguém. Só jogar e fazer sua parte, pois lenha ele ainda tem para queimar.

O que se espera é como Hoiberg vai armar o time com o que ele pensa de basquete (small ball) com Wade em quadra, pois sabemos que os chutes de três (7-44 na última temporada regular) não são o forte do ala-armador. Não só ele, mas Rondo e Butler também não ficam atrás nesse quesito. Outro ponto a ser levantado é a questão dos seus joelhos. Com a tabela mais apertada e muitos back-to-back´s (serão 17), não será surpresa D-Wade ser poupado em alguns jogos, mesmo que tenha jogado 74 vezes na temporada anterior. Lembrando que se trata de um atleta com 34 anos e todo o cuidado é pouco.

E para você, torcedor, qual a sua expectativa com Dwyane Wade nessa temporada?

Anúncios

2 comentários em “GUIA DA TEMPORADA – Dwyane Wade

Adicione o seu

  1. Minha maior expectativa é continuar escutando “Froooooom Chiiiiicagooo”. O cara é um gênio, vai melhorar um pouco sua bola de 3, lógico que não vai ser um primor mas vai treinar para melhorar. Mas a sua maior virtude será – ao lado do Rondo – saber orientar os mais novos dentro de quadra e os deixarem mais preparados (e calmos) para acertarem os chutes de 3!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: