Breakfast Club com Marcin Więckowski

Michael Jordan desenvolveu o “Jordan Breakfast Club” com a intenção de se preparar melhor para os jogos. Assim que se encontrava com Pippen e Harper eles tomavam café da manhã juntos e aproveitavam o momento para conversar e se ajudarem em um tipo de pré-treino.

“Breakfast Club era mais do que um treino, era uma forma de pensar. Nós só queríamos estar mais preparados do que ninguém.” Michael Jordan.

No Breakfast Club de hoje temos a participação de Marcin, da equipe do Chicago Bulls Polônia. Ele bate um papo conosco contando como se tornou fã da equipe de Chicago e como é a repercussão da NBA em território europeu.

Como a Chicago Bulls Polônia começou? Conte-nos sobre o projeto!

A página no Facebook foi fundada pelo Piotr e o site foi fundado pelo Marek. Ambos estão ativos o tempo todo. Eu entrei para a Chicago Bulls Polônia três anos atrás. Antes eu escrevia sobre o Bulls em um pequeno blog. Nós já fizemos uma revista do Bulls e teve duas edições. Nos últimos seis meses estou tendo muitas ideias de projetos. Eu quero popularizar o basquete e a NBA. Meu sonho é integrar e juntar os fãs de basquete e criar em Warshaw a família de fãs da NBA!

Quão conhecida é a NBA na Polônia? Em um ranking de popularidade de esportes, em qual posição estaria o basquete no seu país?

Infelizmente, o basquete não é popular na Polônia atualmente. Está atrás do futebol, vôlei e handball. A liga polonesa de basquete não é muito forte e não pode ser comparada às ligas da Espanha, França e Turquia. Espero que isso mude em breve. A NBA tem muitos fãs e eu sei que muita gente assiste os jogos no meio da noite. Nós temos muitas pessoas que escrevem sobre NBA. Isso porque temos Marcin Gortat na NBA e muitos jovens jogadores na NCAA.

Você é fanático pelo Bulls e tem uma coleção de camisas do time. Qual é a sua camisa preferida e quantas você tem?

Minha camisa favorita é a #3 do Ben Wallace, definitivamente. Eu cresci com a NBA nos anos 90 e realmente sinto falta de jogadores como Rodman, Wallace, Shaq e Larry Johnson. Agora eu tenho 10 camisas do Bulls, mas certamente eu terei mais e mais…

A gente sabe que você organizou um encontro de torcedores do Bulls na Polônia. Como foi?

A organização do encontro foi espontânea e o resultado ultrapassou todas as expectativas. Mais de 50 pessoas de várias cidades compareceram e o nosso convidado foi o primeiro polonês na NBA (Cezary Trybański). Eu tenho quase 30 anos e nunca presenciei um ambiente como esse na minha vida. Praticamente todo mundo estava se vendo pela primeira vez na vida. O clima era de um encontro de família. Alguns torcedores viajaram mais de 1000 km para comparecer e teve um louco que veio de Chicago só para isso.

Por que você escolheu torcer para o Bulls? Desde quando acompanha a NBA?

Eu tinha nove anos nas finais de 1997. Meu pai e irmão assistiam Bulls x Jazz na TV do meu quarto, então começou alí. Para uma criança pequena, Jordan, Pippen, a introdução antes do jogo e aquele show americano me surpreendiam muito. Desde então, a gente sabe que o Bulls teve bons e maus momentos, mas sempre tenho na minha cabeça o sonho de voar para Chicago e ver o United Center, a estátua do Jordan e toda a cidade.

Qual jogador de outro time você gostaria de ver jogando pelo Bulls?

Dos jogadores atuais, o que eu mais gostaria de ver no Bulls é a dupla de Chicago, Jabari Parker e Anthony Davis. Eu também ficaria feliz de ver uma dupla entre Jimmy Butler e Klay Thompson. Seria uma boa combinação de defesa e ataque.

Quem é o seu ídolo no basquete?

Eu sou um cara grande e quando era mais jovem e treinava, todo mundo me comparava ao Horace Grant e Shaq. Eu tenho uma queda por jogadores altos. Também amo personalidade forte e audácia. Meus ídolos foram Michael Jordan, Shaquille O’Neal, Horace Grant, Dennis Rodman, Ben Wallace, Joakim Noah e agora eu adoro ver em quadra Andre Drummond, Anthony Davis e Joel Embiid! Minhas três exceções para jogadores baixos são Kirk Hinrich, Nate Robinson e Derrick Rose.

Monte o time perfeito do Bulls da história, mas sem colocar Jordan e Pippen.

PG: Rose SG Butler SF: Kukoc PF: Love C: Rodman

O que você acha do Bulls atualmente? Quais são as suas expectativas para essa temporada?

Eu não tenho grandes expectativas no momento. O Bulls atual não é um time para Playoffs. Nessa temporada deveríamos trocar Rondo/McDermott/Mirotic/Lopez e dar mais minutos para Valentine/Portis/Felício. No verão, a diretoria deveria fazer de tudo para usar os contatos e a autoridade do Wade para trazer CP3, Teague ou Griffin.

Para terminar a entrevista, mande uma mensagem para os nossos seguidores no Brasil.

Espero que eu tenha uma oportunidade de viajar para o Brasil e conhecer mais torcedores do Bulls como eu e conhecer melhor vocês! Desejo o melhor ao Bulls e à vocês daqui da capital da Polônia. #SeeRed

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: