Resumo Semanal: 20/02 – 26/02

A trade deadline pregou mais uma peça nos Bulls, com uma troca que ninguém imaginaria que fosse acontecer. Águas passadas, ainda tem uma temporada para terminar.

Na Semana Anterior

  • Campanha dos Bulls antes dos jogos: 28-29
  • Campanha na semana anterior: 2-0
  • Jimmy Butler “passeia” no All-Star Game

Troca

Passado o All-Star Weekend, os rumores de trocas foram pipocando de diversas fontes (maioria não confiáveis) a respeito de mexidas no elenco para o fim do campeonato, como já escrito por aqui antes. As mentalidades entre presidência (família Reinsdorf – manter o elenco) e gerência (GarPax – rebuild) não batiam. Os rumores envolvendo Butler e Celtics cresciam dia após dia, mesmo JB dizendo que “queria ficar nos Bulls”.

Mas, antes de fechar a janela, uma troca que ninguém esperava aconteceu: Chicago manda Taj Gibson, Doug McDermott e uma escolha de segunda rodada de 2018 para OKC por Cameron Payne (armador – quinto PG do elenco), Anthony Morrow (característico pelas bolas de três, mas com menos de 30% de aproveitamento nos chutes triplos nessa temporada) e Joffrey Lauvergne (pivô francês que perderia espaço com a volta de Enes Kanter). Dos três, apenas Payne não é expirante em 2017.

Dos que partiram, Gibson foi o que mais sentiu. Draftado em 2009, Taj era o último remanescente da equipe que chegou a final do Leste em 2011. Em seu post no Instagram, agradeceu pelos anos de convivência, a cidade que acolheu a “criança de Nova York”, pelo sonho de ser um Bull virar realidade e ainda falou que estaria aberto para um retorno no futuro. Doug também agradeceu, pela mesma rede social, a cidade que o recebeu de braços abertos.

Despedidas feitas, hora de voltar aos trabalhos.

24/02/17 – Phoenix Suns 121 @ Chicago Bulls 128 (OT)

Sem os novos jogadores, Chicago voltava da pausa do ASG para receber o Phoenix Suns, que venceu os Bulls semanas atrás no Arizona. Sem Gibson, Bobby Portis era o novo PF titular, formando a nova dupla de garrafão ao lado de Robin Lopez. Para o lugar de McDermott, Denzel Valentine ganharia seu espaço na rotação. E com apenas 10 jogadores disponíveis (Zipser segue de fora com tendinite no tornozelo esquerdo), a equipe suou para bater o Suns (graças ao erro de Devin Booker no final que custou o jogo no lance livre), na prorrogação, em uma partida para levantar o público, e mostrar que ainda há vida em Chicago. O que dizer de JB (clutch time é com ele) e Wade (cravada SENSACIONAL sobre Alex Len no último minuto do OT)?

Além dos citados, vale a menção ao muito criticado Nikola Mirotic. Miro alcançou a marca dos 20 pontos desde dezembro do ano passado. Falando em 20, Chicago igualou o seu recorde de pontuação em uma prorrogação (5 minutos) em sua história (2o pontos).

Destaques
Dwyane Wade: 23 pontos
Jimmy Butler: 22 pontos, 9 assistências e 4 roubos de bola
Nikola Mirotic: 20 pontos e 8 rebotes
Robin Lopez: 19 pontos
Denzel Valentine: 15 pontos (5-8 nas bolas de três)

25/02/17 – Chicago Bulls 117 @ Cleveland Cavaliers 99

Não se surpreendam: esse é o Bulls dos últimos anos (ganha com autoridade de quem briga lá em cima e passa aperto contra equipes da parte debaixo da tabela). Em Ohio, os Cavs (sem LeBron e Love), lutaram durante dois quartos e meio. Os desfalques pesaram durante o jogo e Chicago aproveitou para carimbar a faixa de campeão do rival mais uma vez (a terceira em três jogos). Foram 15 bolas de três (maior marca da temporada) e 34 assistências das 47 cestas de quadra feitas pelo time de Windy City. Jimmy Butler anotou mais um triplo-duplo (terceiro da carreira – e Wade quase conseguiu um também se não fosse o Felício “roubando” o rebote no final do jogo) e dos onze que entraram em quadra (incluindo as estreias de Payne e Lauvergne), sete passaram dos 10 pontos. A vitória (quarta seguida – primeira vez no campeonato) fez a equipe subir mais um degrau na classificação, alcançando o sexto lugar, com o tropeço do Pacers.

Vale a ressalva: contra o top 4 do leste (Cavs, Celtics, Wizards e Raptors), os Bulls venceram 9 dos 12 confrontos que fez contra essas equipes na temporada.

Destaques
Jimmy Butler: 18 pontos, 10 rebotes e 10 assistências
Dwyane Wade: 20 pontos, 9 rebotes e 10 assistências
Nikola Mirotic: 14 pontos e 10 rebotes
Rajon Rondo: 15 pontos
Denzel Valentine: 11 pontos
Robin Lopez e Cristiano Felício: 10 pontos cada

Próximos Jogos: vs. Nuggets (28/02), vs. Warriors (2/3) e vs. Clippers (4/3)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: